Você conhece a expressão Turismo de Proximidade?

A ideia do turismo de proximidade é anterior à pandemia, mas ganhou força graças a necessidade de afastamento social e às contraindicações de viagens longas, que exigem passar muitas horas dentro de um avião, carro ou ônibus. O Turismo de Proximidade envolve deslocamentos mais curtos, num raio máximo de 200 quilômetros em torno das capitais e grandes cidades. É o tipo de turismo mais recomendado no momento, até que a situação volte a se normalizar. Prioriza locais com menor fluxo de pessoas, longe de multidões e com menor rotatividade de hóspedes, com destaque para os aspectos de limpeza e higienização.

Nos Estados Unidos, por exemplo, as reservas feitas para destinos próximos de casa para as férias de verão de 2020 saltaram 60% em comparação com 2019. O número leva em conta reservas feitas por hóspedes de Nova York, Chicago, Los Angeles, Seattle e Atlanta. No Brasil, números divulgados pela Airbnb mostram que as buscas por locais a até 300 quilômetros de distância de casa cresceram 150% em maio de 2020, em comparação ao mesmo período de 2019.

Nessa tendência, a diversidade de atrativos de qualidade que Minas Gerais oferece é um diferencial para conquistar visitantes que estão em busca de um turismo mais responsável. Museus, parques, conjuntos arquitetônicos e atrações naturais, assim como as cidades históricas, são ótimas pedidas para quem deseja espairecer de forma consciente.

Esse movimento vem sendo trabalhado em todo o país e também no exterior por meio dos chamados “destinos inteligentes”, criados para que os turistas possam, de forma simples e mediada pela tecnologia, marcar hospedagem, comprar passagens, escolher os passeios e ver tudo o que o destino escolhido pode oferecer.

O turismo rural também está em alta e pode se tornar um importante destaque no estado. Um desenvolvimento que estimula as economias locais e fomenta a retomada das recontratações de profissionais da área.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on google

Conteúdo Relacionado