O que podemos aprender com os ecossistemas de inovação?

Um ecossistema de inovação compreende um conjunto de elementos para o desenvolvimento da interação e da cooperação entre negócios e pessoas.

 

Como pólos criativos, esses ambientes colaborativos impulsionam os resultados das empresas e promovem novos talentos. Ainda possibilitam a troca de experiências, o reconhecimento do sentido de comunidade, as redes de indicação e a otimização das habilidades profissionais.

Não é à toa que esse conceito é tendência na atualidade. Milhares de pequenas e grandes empresas pelo mundo têm apostado na criação de ambientes e pensamentos colaborativos, em busca de inovação constante. Em cooperação mútua, beneficiam-se pessoas e negócios, crescendo, cada vez mais, em suas áreas de atuação.

Sabe o famoso Vale do Silício, na Califórnia? Ele une os maiores ecossistemas de inovação do mundo em um único lugar. Lá estão o Facebook, Apple e Google, que são exemplos de colaboração e desenvolvimento contínuo de habilidades e competências profissionais.

Incansáveis no compartilhamento de aprendizados com diferentes setores da sociedade, essas empresas movem-se por desafios e focam em crescer e inovar sempre. Atitudes que podem motivar outros ecossistemas, como os brasileiros, especificamente os de startups e negócios criativos.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on google

Conteúdo Relacionado