Conheça técnicas para a busca de soluções criativas em sua empresa

Você já encontrou algum desafio em sua empresa que não conseguiu resolver porque os métodos tradicionais não funcionavam? A maioria das pessoas busca a solução linear – sai do ponto A para o ponto B em uma linha reta – mas nem sempre esse caminho é possível. Em alguns anos, empresas que não forem capazes de resolver seus problemas de forma criativa simplesmente não conseguirão inovar e, consequentemente, serão engolidas pelos competidores. A criatividade é fundamental para se compreender a complexidade do mundo atual e gerar soluções práticas e autênticas.

O processo mental da busca por uma solução original e desconhecida para um problema, de forma inovadora e independente, é o que se chama de solução criativa de problemas. Seu foco é amplificar a criatividade que está latente dentro de uma pessoa para que ela possa desenvolver pensamentos não convencionais. Esse processo começa com a definição exata do problema. Essa, em geral, é a grande dificuldade. Muitas pessoas acabam encontrando problemas para soluções que já existem e não o contrário. É imprescindível saber detectar o problema de forma clara. Selecionamos três técnicas que podem ajudar a potencializar sua criatividade para desenvolver soluções inovadoras.

1 – Não crie e avalie as ideias ao mesmo tempo

Um exemplo aqui cai bem. Quando escrevemos um texto, um dos instintos básicos é ir corrigindo a ortografia a cada frase. Isso atrapalha o fluxo dos pensamentos e eles podem se perder. É sobre isso que estamos falando. É um equívoco tentar explorar a criatividade e corrigir as ideias enquanto você ainda está pensando. Use esse tempo para criar o máximo possível sem julgar.

O princípio da solução criativa separa os pensamentos em dois grupos: os criativos e os críticos. O pensamento criativo é quando se produz. Não julgue, apenas produza em grandes quantidades e procure fazer novas conexões mentais. Já o pensamento crítico é para julgar mesmo. Foque no que foi produzido, veja se alguma das ideias pode atender os seus objetivos e aplique um julgamento afirmativo das ideias. O segredo é divergir antes e convergir depois.

2 – Lide com as frustrações e dificuldades

A maioria das pessoas acredita que a abundância de recursos é a melhor solução de seus problemas, mas como diz o sábio: é a fome que faz com que se saia para caçar. Dificuldades geram oportunidades e inovações.

Um psicólogo fez um experimento para provar este ponto. Deu para metade de um grupo um caderno com uma fonte fácil de ser lida e para a outra metade, com uma fonte mais rebuscada, que dificultava a leitura. O resultado foi que as pessoas que receberam o material com a fonte pior tiveram um desempenho melhor do que os demais, já que eles demoravam mais para ler e acabavam prestando mais atenção no material.

Pessoas criativas fazem os erros trabalharem a seu favor, enquanto os outros se lamentam por erros e obstáculos. Frustações podem ser oportunidades para o surgimento de novas ideias. Esforce-se para sempre se superar.

3 – Intervalos são importantes

O conceito é simples: seu corpo pode até aguentar a exaustão física, mas seu cérebro não funciona da mesma forma. Fazer mais em menos tempo nem sempre garante a qualidade necessária. O segredo não é gerenciar melhor o tempo e sim é aprender a gerenciar sua energia, ou seja, ter picos de produção e depois descansar de forma efetiva e eficiente. Deixe seu cérebro pensar inconscientemente no que acabou de pesquisar e permita que as ideias surjam espontaneamente enquanto repousa. As soluções criativas precisam ser criadas, depois pensadas, então sedimentadas para só depois serem verificadas.

Após detectado o problema e achada uma solução, o passo final é implementá-la. Crie um plano de ação, identificando o que será feito, por quem, quando, onde e como. Esse plano deve ser apresentado e explicado a todas as pessoas envolvidas, bem como as que serão afetadas pelas mudanças e faça assim com tudo o que vier de novo e precisa ser solucionado.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on google

Conteúdo Relacionado