Brasileiros estão animados com os novos avanços tecnológicos e acreditam em mudanças positivas para a próxima década

Tecnologia é Economia Criativa! Acompanhar as tendências de uma área que se expande exponencialmente não é tarefa fácil, mas imprescindível para quem precisa estar por dentro das novidades, facilidades e acessibilidades que o mercado tem a oferecer para o desenvolvimento de empresas de todos os setores.

Uma nova pesquisa realizada pela empresa Ipsos mediu a percepção de brasileiros e cidadãos de 28 países para saber como se sentem em relação ao Metaverso e realidade estendida (que inclui realidade aumentada e realidade virtual), entre outros tópicos e os resultados foram bem positivos.

Para 60% dos brasileiros, a chance de lidar com a realidade virtual no dia a dia é algo bom e a média global, levando em consideração os outros países pesquisados, ficou em 50%. Ficamos atrás apenas de China e Índia, que apresentaram índices mais altos (78% e 75%).

Outro dado relevante é que 73% dos brasileiros acreditam que, nos próximos 10 anos, a maneira como consumimos serviços de entretenimento digital sofrerá mudanças significativas, assim como as configurações do trabalho remoto nos serviços de ensino a distância e jogos virtuais ( 71% acreditam em grandes mudanças).

Cerca de 84% dos brasileiros disseram que estão familiarizados com a realidade virtual, 73% com realidade aumentada e 63% com o Metaverso. Nestes três aspectos, o Brasil aparece acima da média: os dados globais ficaram em 80%, 61% e 52%, respectivamente. Os números mostram que as discussões sobre novos recursos tecnológicos estão em alta na sociedade brasileira.

A pesquisa entrevistou 21.005 pessoas entre 22 de abril e 06 de maio de 2022 de forma online, sendo aproximadamente 1.000 no Brasil. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais. Além do Brasil, incluiu Argentina, Austrália, Bélgica, Canadá, Chile, China, Colômbia, Singapura, França, Alemanha, Grã-Bretanha, Hungria, Índia, Itália, Japão, Malásia, México, Holanda, Peru, Polônia, Arábia Saudita, África do Sul, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Turquia e Estados Unidos.

O acesso a pesquisa está disponível no link – https://www.ipsos.com/sites/default/files/ct/news/documents/2022-05/Global%20Advisor%20-%20WEF%20-%20Metaverse%20-%20May%202022%20-%20Graphic%20Report.pdf 

Virtual x Aumentada

E já que tocamos no assunto, você sabe qual a diferença entre realidade virtual e realidade aumentada?

A realidade virtual promove uma experiência, por meio de um dispositivo que se assemelha a um par de óculos, que mostra um ambiente virtual, criado em um modelo 3D ou por meio de vídeos orbitais. Ela cria um mundo novo e interativo no meio digital, uma outra realidade, onde é possível simular diferentes ações e ter sensações em tempo real.

Já a realidade aumentada cria uma ponte entre o mundo real e o virtual, mesclando objetos e características dessas duas realidades. A ideia aqui não é criar um ambiente novo, mas inserir dados e objetos virtuais no mundo real por meio de pontos de referência como pontos geográficos ou imagens. Assim, o ambiente virtual se aproxima do mundo real e possibilitam ações, ou criam objetos com os quais podemos interagir e movimentar em qualquer lugar, como os hologramas.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on google

Conteúdo Relacionado

Plataformas trazem diferentes possibilidades para setor produtivo
Plataformas trazem diferentes possibilidades para setor produtivo
Entre os dias 21 de junho e 07 de julho, o P7 Criativo recebe seu primeiro grande evento.